Belo Horizonte se mobiliza para o McDia Feliz

A Fundação Sara Albuquerque Costa participará no próximo dia 31 de agosto da maior campanha contra o câncer infantojuvenil do país

McDia Feliz completa 25 anos e já arrecadou mais de R$ 150 milhões. Este ano 81 projetos de 58 instituições serão beneficiados com a arrecadação da campanha.

Todos os anos, o último sábado do mês de agosto é dia de transformar Big Mac® em sorrisos. Mas o McDia Feliz, maior campanha em prol de crianças e adolescentes com câncer no Brasil, começa muito antes.

Em Belo Horizonte, a campanha McDia Feliz deste ano será destinada para o projeto “Escola Viva” da Fundação Sara Albuquerque Costa, a ser implantado na unidade da entidade localizada no Bairro Serra, na capital mineira. Todos os restaurantes McDonald’s de Belo Horizonte, Betim, Contagem, Ipatinga, Governador Valadares e Sete Lagoas participarão da campanha em prol da Fundação Sara.

Segundo a pedagoga Flávia Moreno, Coordenadora do projeto “Escola Viva”, a iniciativa está inserida no Programa “Conhecimentos que Curam”, onde a Fundação Sara propõe dar continuidade ao processo escolar do assistido, quase sempre interrompido em função do tratamento do câncer. “O projeto Escola Viva visa dar continuidade aos processos de desenvolvimento psíquico e cognitivo das crianças e adolescentes portadores de câncer, através de propostas voltadas às necessidades pedagógico-educacionais e direitos à educação e à saúde, visando o seu crescimento e desenvolvimento físico e emocional durante o tratamento do câncer”, informa a especialista.

“Promoveremos aulas para as crianças/adolescentes com câncer assistidas pela Fundação Sara de Belo Horizonte, enquanto estiverem hospedadas na Casa de Apoio ou hospitalizadas, e também realizaremos parcerias com as escolas estaduais, visando a uma melhor inserção ou reinserção escolar dessas crianças e adolescentes, diminuindo ou evitando a evasão escolar”, comenta Flávia Moreno. O projeto, segundo ela, prevê também a realização de palestras para o público, visando combater o preconceito com a doença e mostrar a importância do apoio dos amigos durante o tratamento, além de viabilizar orientações para professores e pais, no que diz respeito à forma de lidar com o paciente/aluno, em casa ou em sala de aula, durante o tratamento”.

O projeto, explica a pedagoga, funciona atualmente apenas por meio do trabalho de voluntários, sendo uma especialista em pedagogia hospitalar, 12 voluntários monitores e uma psicóloga, funcionária da entidade. Devido às dificuldades de funcionamento somente por meio de voluntários, a instituição deseja que esses profissionais sejam remunerados, impedindo a descontinuidade do ensino, como ocorre atualmente, em alguns momentos de dificuldades desses voluntários.

Segundo Flávia Moreno, o projeto prevê a contratação de um coordenador especialista em pedagogia hospitalar e de um pedagogo; a aquisição de material de escritório e gráfico; a Implantação de programa de gerenciamento para registro de dados; a participação em congressos de pedagogia hospitalar; a produção de material de divulgação do projeto; mobiliário, material de limpeza, entre outros recursos necessários à sua viabilidade. Serão beneficiadas com a iniciativa 73 crianças de zero a 12 anos de idade; 22 adolescentes e 95 famílias.

Hospital das Clínicas e Santa Casa também já foram beneficiadas com a campanha

Nos últimos anos, a campanha McDia Feliz em Belo Horizonte beneficiou também o Hospital das Clínicas e a Santa Casa de Misericórdia. Em 2006, 2007 e 2008, o McDia Feliz reverteu toda a arrecadação da campanha na capital mineira para o Hospital das Clínicas, onde foi construída a Unidade Onco-Hematológica Pediátrica, que ocupa metade do 10º andar do hospital, contemplando 22 leitos de internação para crianças e adolescentes com câncer, além de dois leitos isolados para pacientes pós-transplantados de medula óssea. A obra contemplou também uma ampla brinquedoteca e solarium para as crianças tomarem banho de sol durante o tratamento.

Em 2009, 2010, 2011 e 2012, o McDia Feliz em Belo Horizonte concentrou seu foco na Santa Casa de Misericórdia, onde foi feita uma ampla reforma e ampliação da enfermaria onco-pediátrica, incluindo a construção de uma moderna brinquedoteca e a humanização de todo o ambiente. Antes instaladas num pequeno espaço que comportava apenas 10 crianças e contava somente com um banheiro coletivo, o novo espaço ampliou sua capacidade para atender a 20 crianças, com 10 novos banheiros e dois novos consultórios.

Trocando Big Mac® por sorrisos

A campanha McDia Feliz, coordenada nacionalmente pelo Instituto Ronald McDonald, é um sucesso graças à participação fundamental de instituições, funcionários, franqueados e fornecedores, além da mobilização de cerca de 30 mil voluntários que incentivam a sociedade a abraçar a causa da luta contra o câncer infantojuvenil.

O McDia Feliz é o dia de maior movimento no ano nos restaurantes McDonald’s. Em 2012, foram vendidos mais de 1,6 milhão sanduíches Big Mac® em todo o país, o que contribuiu para a arrecadação recorde de R$ 18,3 milhões. Acesse www.mcdiafeliz.org.br e saiba mais sobre os 25 anos do McDia Feliz.

* Texto da Multitexto Comunicação Empresarial: Schubert Araújo

Compartilhe:

Data da publicação 1 de agosto de 2013

Fundação Sara receberá recursos para execução de projeto contra o câncer infantojuvenil
Anterior

Pequeno e talentoso Arthur é a estrela do McDia Feliz da Fundação Sara
Proximo



Fique por dentro das novidades: