Novembro Dourado

No dia 07 de abril de 2008 foi publicada a Lei nº 11.650 , de 04 de abril de 2008, no Diário Oficial da União, que instituiu o dia 23 de novembro para comemorar o Dia Nacional de combate ao Câncer Infantil (DNCCI).

Para disseminar a data, a Confederação Nacional de Instituições de Apoio e Assistência à Criança e ao Adolescente com Câncer (CONIACC) instituiu o Novembro Dourado, que objetiva:
– sensibilizar toda a população para a causa do combate ao câncer infantojuvenil;
– Alertar sobre os principais sinais e sintomas do câncer infantojuvenil e o diagnóstico precoce;
– democratizar a importância da discussão do câncer infanto-juvenil; dentre outras ações promovidas pelas Instituições de Apoio e Assistência à Criança e ao Adolescente com Câncer.

A simbologia da cor dourada

Em 1997, um grupo de pais começou a discutir a criação de uma fita universal de consciência para crianças com câncer. Muitas cores foram consideradas, mas depois de muito pensar, decidiu-se que a cor ouro era a escolha perfeita. O ouro é um metal precioso, e nossos filhos são preciosos.

No Brasil, a Confederação Nacional de Instituições de Apoio e Assistência à Criança e ao Adolescente com Câncer (CONIACC) justifica que a cor demonstra um sinal de alerta que conduz ao diagnóstico precoce. A confederação justifica ainda que a cor dourada simboliza o “padrão ouro” que necessitam os pacientes de câncer infantojuvenil.

Como participar da campanha

– vista a cor dourada durante o mês de novembro para chamar a atenção das pessoas para a campanha (camisas, lenços, laços);

– solicite palestras temáticas para se informar sobre sinais e sintomas e outros temas;

– participe das atividades relacionadas à campanha;

– Compartilhe as informações da campanha nas redes sociais

Palestras disponibilizadas pelos profissionais da Fundação Sara

  • 1. Câncer: Criança não é um Adulto Pequeno

Contribuir no enfrentamento do câncer se inicia no conhecimento básico do que é o câncer, os modos de prevenção, as diferenças entre aquele do adulto e o infantojuvenil.

  • 2. Sinais e Sintomas do Câncer Infantojuvenil

O câncer infantojuvenil é a doença que mais mata crianças acima de 5 anos de idade no Brasil, reconhecer precocemente os seus sinais e sintomas é essencial.

  • 3. Cuidado Integral às Crianças e adolescentes com Câncer

O cuidado adequado destas crianças e adolescentes só é possível através da assistência transdisciplinar e integral do ser.

  • 4. Pedagogia Hospitalar

A evasão escolar é uma das piores sequelas que a câncer pode deixar, é preciso um olhar atento a esta situação.

  • 5. Direitos do Paciente com Câncer

O câncer traz inúmeras consequências para a família e comunidade ao redor, garantir seus direitos faz parte do cuidado destes pacientes.

  • 6. Terceiro Setor e Responsabilidade Social

A situação do câncer no Brasil é alarmante. A sociedade civil, através do terceiro setor, assume cada vez mais sua parte da responsabilidade.

Mais informações pelos telefones (38) 3214-5500 e (31) 3284-7690 ou pelo e-mail conhecimentoesaude@fundacaosara.org.br

 

Compartilhe:

Data da publicação 6 de novembro de 2014

Fundação Sara celebra 16 anos em Montes Claros
Anterior

Fundação Sara realiza Celebração dos Curados
Proximo



Fique por dentro das novidades: