Vitalidade na Terceira Idade

Aos 84 anos, mestre bordadeira do Vale do Jequitinhonha ensina o ofício a voluntárias da Fundação Sara.

Dona Adelícia Amorim tem 84 anos, é mãe de nove filhos, adora pescar e é famosa pelos belos bordados que faz, ofício que aprendeu ainda na infância, com a mãe, e faz questão de ensinar a outras pessoas, especialmente por meio de projetos sociais de bairros, escolas e presídios de Almenara, cidade onde mora.

Em março de 2019, quando precisou ficar um período em Montes Claros para cuidar da saúde, aproveitou o tempo ocioso para ensinar o ofício à equipe de voluntárias da Fundação Sara Albuquerque, entidade que oferece assistência a crianças e adolescentes com câncer da região.

“Como meu filho mora na rua da Fundação Sara, eu achei interessante aproveitar para compartilhar o que sei com um grupo de mulheres com habilidade e interesse em aprender e usar o ensinamento para ajudar o próximo”, explica Dona Adelícia.

Dona Adelícia e voluntárias do Artesanato. 

Para a alegria da mestre, a equipe deu sequência aos trabalhos e já está até se preparando para participar de uma Feira de Artesanato em Belo Horizonte, onde os produtos serão expostos e vendidos.

“Além dos produtos que estamos produzindo nos nossos encontros semanais, nós vamos levar produtos que estamos recebendo de doação. Por enquanto, nosso foco é enxoval de cama, mesa e banho”, explica Marlene Albuquerque, vice-presidente da Fundação Sara e uma das integrantes da equipe de Artesanato da entidade.

Nesta terça-feira (22), Dona Adelícia volta a Montes Claros para ver de perto o trabalho desenvolvido pela equipe de voluntárias e também para ensinar novas técnicas.

Paralelamente à produção das peças, a equipe está vendendo uma rifa de um quadro doado pela mestre. Os bilhetes estão à venda com as voluntárias e também na sede da Fundação Sara, que fica na Rua André Luiz, 415, Canelas II. Para mais informações, basta ligar (38) 3214-5500. Toda a renda da rifa e dos produtos do artesanato será revertida em assistência às crianças e adolescentes com câncer assistidos pela Fundação Sara Albuquerque.

Compartilhe: